InícioEsportesHandebol: O que é, a história, regras, os jogadores e as penalidades

Handebol: O que é, a história, regras, os jogadores e as penalidades

Embora seja cada vez mais frequente no nosso país, ainda existem muitas pessoas com dúvidas básicas sobre as regras do Handebol: Quantos jogadores tem uma equipe? Quanto tempo dura uma partida? Quando é executado um lançamento de 7 metros? Qual árbitro tem mais autoridade?

Perguntas que para aqueles que o acompanham há muito tempo parecem ridículas. Mas para quem está abordando o Handebol pela primeira vez, são naturais. De tal forma, às vezes não é fácil encontrar respostas para elas. Justamente porque quem pôde respondê-las considera que se trata de uma informação bem conhecida e que não precisa ser explicada. Se você chegou a este artigo a partir de uma pesquisa no Google, certamente sabe o que quero dizer.

Dessa forma, queremos explicar-lhe as regras do Handebol de forma básica e simples. Assim você pode acompanhar qualquer jogo sem se afundar em um mar de dúvidas.

Jogador de Handebol
Jogador de Handebol

O que é Handebol?

O handebol, também conhecido como andebol, é um esporte de origem europeia, no qual duas equipes se enfrentam pelo controle da bola, que devem conduzir em direção ao gol oposto usando suas mãos. Sua dinâmica é semelhante à do futebol, exceto que não é permitido o uso dos pés para manusear a bola.

As equipes de handebol são constituídas por entre 7 e 11 jogadores em campo cada, consoante a modalidade em que se joga, um dos quais desempenha a função de guarda-redes da sua equipe. Além disso, cada equipe costuma ter um número semelhante de substitutos, que podem substituir os jogadores ativos a qualquer momento. A equipe que ao longo do jogo introduzir mais vezes a bola na baliza adversária, ou seja, que marcar mais golos, será a vencedora. Se não houver vencedor, um empate pode ser declarado.

Em sua variante de sete jogadores (em quadra coberta), o handebol é um esporte olímpico, ou seja, participa dos Jogos Olímpicos Internacionais, apesar de sua prática no mundo ser pouco difundida se comparada a outros esportes tradicionais.. A entidade mundial que tutela as atividades e campeonatos de handebol é a Federação Internacional de Andebol ( IHF ), com sede em Basileia, na Suíça, ela que coordena as diferentes associações e confederações regionais desta modalidade.

Entenda um pouco mais sobre a história do Handebol

O Handebol é um esporte relativamente jovem, cujas regras formais foram estabelecidas no início do século XX. No entanto, existem antecedentes muito semelhantes, alguns já na Antiguidade, como o “Jogo Uraniano” da Grécia clássica ou o Harpastum Romano: esportes em que uma bola é passada no ar com as mãos.

Antes do século XX, o Handebol consistia num grupo de esportes semelhantes, com regras mais ou menos semelhantes, praticados no centro e norte da Europa.

Graças à cooperação dos jogadores e torcedores, em 1926 foi criado o Regulamento Internacional de Handebol e dois anos depois a primeira organização em torno do esporte: a Federação Internacional de Handebol Amador, onde se reuniam associações amadoras de 11 países. A estreia formal do esporte no contexto internacional ocorreu na 9º edição dos Jogos Olímpicos de Verão.

Inicialmente, o handebol era jogado em campo aberto e com 11 jogadores, em campos de futebol e espaços similares. No entanto, as condições climáticas obrigaram o aparecimento de uma variante “indoor”, praticada com 7 jogadores. Essa variante se popularizou e foi reconhecida como esporte olímpico em 1965. Sua primeira participação na história dos Jogos Olímpicos foi nos jogos realizados em Munique, na Alemanha, em 1972, na categoria masculina; e em 1976 nos jogos realizados em Madrid, na categoria feminina.

As primeiras regras do handebol moderno

O novo regulamento que deu origem ao Handebol Moderno surgiu em 1917. Foi desenvolvido pelos alemães Max Heiser, Karl Schelenz e Erich Kônigh e, 2 anos depois, Schelenz o aprimorou. Em 1926, o Regulamento Internacional de Handebol foi estabelecido. E em 1928, 11 países fundaram a Federação Internacional de Handebol Amador. É a mesma entidade que em 1946 se tornou a atual Federação Internacional de Handebol (IHF).

Apesar de tudo, o Handebol não era muito popular. Até que em 1936 ele apareceu nos Jogos Olímpicos de Verão. Embora tenha desaparecido novamente do Programa Olímpico, despertou interesse e começou a crescer, principalmente nos países escandinavos. Isso mudou a história do Handebol para sempre.

Handebol torna-se um esporte indoor

Até então, o Handebol era jogado 11 contra 11 ao ar livre, geralmente em campos de futebol. De fato, em países como Áustria e Alemanha, essa modalidade de Handebol ainda é praticada ao ar livre.

Porém, nos países mais ao norte, o clima extremamente frio obrigou a buscar outras alternativas. Foi assim que as Regras do Handebol mudaram e ele passou a ser um esporte indoor. O espaço mais limitado também fez com que o número de jogadores caísse progressivamente para 7. Essa nova versão tornou o esporte mais rápido, o que aumentou sua popularidade no resto da Europa.

Em 1938, foi organizado o primeiro Campeonato Mundial de Handebol, onde a Alemanha foi proclamada campeã. E em 1957, a Tchecoslováquia conquistou a primeira Copa do Mundo Feminina. Desde 1995, ambos os torneios são realizados a cada 2 anos.

Até a década de 1960, o Handebol 11 e o Handebol 7 coexistiam com igual popularidade. Mas o saldo optou pela modalidade de 7 jogadores. Foi o que aconteceu quando o COI anunciou que a modalidade faria parte dos Jogos Olímpicos de Munique 1972. Em Montreal 1976, o Handebol Feminino também se tornou Olímpico.

Apesar de tudo, até hoje ainda é um esporte predominantemente Europeu. Ainda não conseguiu penetrar em outros continentes, onde é apenas mais um esporte minoritário. Apesar de países da América, África e Ásia disputarem Copas do Mundo e Jogos Olímpicos, ainda estão longe do nível Europeu.

Informações sobre a Quadra de Handebol

O campo de jogo do Handebol é um retângulo de 40 x 20 metros com um gol de cada lado. É dividido ao meio para formar 2 cursos. As linhas mais longas são chamadas de Bandas. As Linhas de Gol Externas são mais curtas, exceto dentro do gol, onde são renomeadas como Linhas de Gol.

Todas essas linhas fazem parte do campo de jogo e têm largura de 5 centímetros. A única exceção é a Linha do Gol, localizada entre as traves de cada gol, que mede 8 centímetros. De acordo com as regras do Handebol, todos fazem parte do campo de jogo.

Os gols ficam na área central de cada linha de 20 metros. Cada um mede 3 metros de largura por 2 metros de altura e está firmemente ancorado ao solo para evitar que se desloque. Os postes e o travessão são pintados em 2 cores alternadas que devem contrastar entre si e com o fundo. Os mais comuns são branco e vermelho.

À sua frente está a Área do Gol, com uma superfície de 74,5 metros quadrados. A linha exterior que a delimita fica a 6 metros da baliza.

A 3 metros desta linha de área externa e paralela a ela, existe uma linha tracejada. É a Linha de Tiro Livre ou 9 metros.

A linha de 7 metros está a essa distância da linha de gol e paralela a ela. Mede um metro e está localizado entre a Área e a Linha de Falta.

À sua frente, a uma distância de 4 metros da baliza, encontra-se a Linha de Limitação do goleiro. Ele é usado apenas durante arremessos de 7 metros e marca o limite de quanto o goleiro pode avançar.

Entenda as principais informações sobre a bola de Handebol

A bola de Handebol é esférica e revestida em couro ou material sintético. Não pode ser brilhante ou escorregadio. De acordo com as faixas etárias dos jogadores, existem 3 tamanhos de bola para se adequar ao tamanho da mão.

A bola da categoria Senior mede entre 58 e 60 centímetros de diâmetro e pesa entre 425 e 475 gramas.

A partir da categoria Juvenil, é permitido o uso de resina para facilitar a aderência. Já que o tamanho e o peso da bola tornam muito difícil segurá-la sozinha devido às altas velocidades com que se move e à força com que é lançada.

Como funcionam as regras do Handebol?

As regras do Handebol sofreram múltiplas variações desde 1917. Atualmente são revisadas a cada 4 anos, geralmente em cada ciclo olímpico, para aprimorar e tornar este esporte cada vez mais atrativo.

Duração e resultado da partida

Uma partida de Handebol dura 60 minutos divididos em 2 tempos de 30 minutos cada. Entre os dois, um intervalo de 10 minutos. Para manter o tempo o mais fiel possível, os árbitros podem parar o relógio em situações em que a bola não está em jogo. Por exemplo, ao tratar uma pessoa lesionada, ao executar uma suspensão ou um pênalti e se os árbitros precisarem consultar uns aos outros.

Ao longo da partida, cada equipe pode solicitar 3 tempo, embora com um limite de 2 por período. Estas têm a duração de 1 minuto e só podem ser solicitadas pela equipe detentora da bola nesse momento.

De acordo com as regras do Handebol, uma partida pode terminar empatada no placar. No entanto, existem situações específicas que exigem um desempate, como playoffs de torneios.

Nesses casos, uma prorrogação de 10 minutos é jogada. Este é dividido em 2 partes de 5 minutos, com intervalo entre elas. Se após este tempo o empate persistir, haverá um segundo período de prorrogação de mesma duração. Caso ainda não haja desempate, é jogada uma rodada de 5 tiros de 7 metros. Se após esses 5 primeiros lançamentos a igualdade continuar, o lançamento continua até que uma das 2 equipes falhe.

Os jogadores

Número de jogadores em uma partida de handebol

Uma equipe de handebol pode ter no máximo 7 jogadores em campo (1 goleiro e 6 jogadores de campo). No entanto, a equipe pode ser composta por até 14 membros.

Os jogadores podem entrar e sair do campo sem limitações e sem a necessidade de interromper o jogo. Devem fazê-lo através da Linha de Substituição e mantendo sempre no máximo 7 jogadores em campo.

Jogadores de campo

Os jogadores de campo são todos, exceto o goleiro. Eles são os encarregados de levar a bola de seu campo até o adversário para fazer o gol. O mais comum é que usem passes contínuos, embora possam fazê-lo de outra forma desde que cumpram uma série de regras:

  • Eles podem tocar a bola com qualquer parte do corpo localizada acima do joelho (inclusive).
  • Eles não podem permanecer imóveis por mais de 3 segundos ou dar mais de 3 passos. Depois de decorrido esse tempo/etapas, eles devem quicar a bola, passá-la para outro jogador ou arremessar.
  • Em nenhum momento poderá pisar na área de 6 metros, seja sua ou do adversário. É permitido cair sobre ela desde que a bola tenha sido lançada antes de tocar o solo.
  • Se pisarem ou entrarem na área de 6 metros, sejam atacantes ou defensores, devem sair dela o mais rápido possível. Se o fizerem com a intenção de obter uma vantagem, são penalizados.
  • Depois de receber a bola do goleiro, eles não podem devolvê-la, a menos que o goleiro esteja fora de sua área.
  • Durante um tiro de 7 metros, é proibido atirar na cabeça do goleiro.

As posições dos jogadores no Handebol

Embora o Regulamento do Handebol não inclua nenhuma posição específica, é comum que os jogadores acabem diferenciados e especializados em 4 posições:

  • Armador Central: Jogador da linha de frente que comanda o jogo com jogadas planejadas, cujo principal protagonista é ele. Ele é o responsável por organizar o jogo de toda a equipe e costuma ser quem recebe a bola do goleiro ao iniciar um ataque. Durante a defesa, costuma ficar no centro da linha defensiva.
  • Meias: Existem 2 lados, localizados um de cada lado da central. Sua principal função é quebrar a linha defensiva adversária da linha de 9 metros. Costumam ter um lançamento potente e são os que mais arremessão à baliza adversária.
  • Pontas: Existem também dois, um ao lado de cada ala e geralmente posicionados perto da ala. Eles se encarregam de abrir as defesas para gerar brechas para atacar. Seus chutes costumam ser de ângulos muito mais complicados do que os outros jogadores, então eles precisam de muita habilidade para vencer o goleiro.
  • Pivô: Sua função é entrar na defesa rival para abrir uma brecha e deixar espaço para as laterais. Também é comum que eles marquem se conseguirem virar após receber um passe.

Os goleiros

Cada equipe tem um único goleiro em campo, que deve estar identificado com uma roupa diferente. Este jogador tem regras especiais desde que esteja dentro da sua área:

  • O goleiro pode tocar a bola com qualquer parte do corpo, incluindo os pés.
  • É ele quem reinicia o jogo se passar a bola por cima da Linha Externa de Gol ou do Gol.
  • Goleiro pode se movimentar livremente pela área, carregando a bola na mão, sem precisar driblar.
  • Ele não pode sair ou entrar na referida área carregando a bola.
  • Durante tiros de 7 metros, o goleiro não pode ultrapassar a Linha de Limitação.

Além disso, ele pode sair de sua área, caso em que deve se comportar como outro jogador de linha.

Os árbitros de uma partida de Handebol

Durante uma partida de Handebol há 2 árbitros no campo de jogo, ambos com a mesma autoridade. Sua obrigação é tomar decisões “com base em suas observações dos fatos” e concordar rapidamente, se não o fizer.

As decisões dos árbitros são finais e não podem ser discutidas ou apeladas, a menos que violem as regras.

Para ter a melhor visibilidade possível, eles costumam ser colocados em cantos opostos, na diagonal, deixando os jogadores entre eles. Isso permite que eles observem uma linha lateral entre si. Dependendo do tempo do jogo e de suas posições, são chamados de Árbitro de Campo e Árbitro de Gol. Ao longo da partida, eles trocam de posição e de lado várias vezes.

Além dos 2 árbitros principais, o Anotador e o Cronometrista também estão localizados fora do campo. O primeiro é responsável pelo monitoramento de gols, suspensões, etc. O segundo é responsável por iniciar e parar o tempo. Ambos controlam as mudanças para notificar possíveis erros aos Árbitros Chefes.

Jogo passivo nas regras do Handebol

Embora não haja tempo definido para os jogadores chutarem a gol, se os árbitros considerarem que estão adiando mais do que o necessário, podem sinalizar Jogo Passivo. Isso implica perder a bola em favor da equipe adversária. Esta regra visa evitar perda de tempo desnecessária e intencional.

Antes de ser apitado, deve haver um aviso (braço levantado), para que os jogadores saibam que se não chutarem perderão a posse. Um remate à baliza, uma advertência ou expulsão a um elemento da equipe adversária, retira a referida advertência e a equipe atacante pode reorganizar o seu jogo. Pelo contrário, um remate interceptado pela defesa ou um pontapé-livre, mantêm-no.

Falta durante uma partida de Handebol
Falta durante uma partida de Handebol

Tipos de faltas no Handebol

No Handebol são consideradas 4 tipos de faltas de acordo com a sua gravidade:

  • Penalidade ou Falta: Estas são as situações mais leves. São penalizados qualquer tipo de empurrão. São punidos com um tiro livre, exceto nos casos em que uma chance clara de gol é impedida. Em seguida, a punição consiste em um arremesso de 7 metros.
  • Repreensão: Também conhecidos como “cartão amarelo”, pois são indicados pela exibição de um cartão desta cor. É apitado quando um jogador se comporta mal, excede o contato com um rival ou age de maneira antidesportiva. Não tem punição direta, mas se um jogador receber uma segunda advertência, ele é punido com uma suspensão, no mínimo. Uma equipe também não pode receber mais de 3 Cartões Amarelos.
  • Exclusão: Ocorre em situações que podem apresentar perigo e que são consideradas antidesportivas. Por exemplo, golpes na cabeça, golpes injustificadamente fortes, segurar o adversário por muito tempo tentando fazê-lo cair, etc. Da mesma forma, uma exclusão ocorre quando um jogador recebe uma segunda advertência ou uma equipe a quarta. Uma suspensão acarreta sempre uma penalização de 2 minutos em que a equipe joga com um a menos. O acúmulo de 3 exclusões significa desclassificação.
  • Desqualificação: É a punição mais grave e é produzida pela reiteração de punições de categoria inferior, por exemplo, 3 exclusões. Também no caso de faltas particularmente violentas ou comportamento antidesportivo excessivo. Os membros da bancada também podem ser desclassificados a qualquer momento. A desclassificação implica 2 minutos de punição para a equipe, tempo em que joga com um homem a menos. O jogador penalizado ou membro do banco deve deixar o campo, não pode manter contato com o resto da equipe ou retornar durante a partida. Desqualificações são sinalizadas com um Cartão Vermelho.

Entenda os tipos de lançamento

Além dos passes e remates à baliza com a bola em jogo, existem vários remates que podem ser assinalados pelo árbitro.

Dependendo do tipo de lançamento, podem ser após a bola sair de campo, após um gol ou como pênalti por uma jogada ilegal.

Chute Central (Throw-Off)

Este tipo de jogo é feito no início de cada período de uma partida, bem como após um gol.

Como o próprio nome indica, é executado a partir do centro da quadra. O jogador que colocar a bola em jogo deve pisar na linha central. Todos os jogadores devem permanecer em sua própria quadra. Além disso, os da equipa rival têm de estar a uma distância mínima de 3 metros.

Arremesso

Ocorre quando a bola sai do campo de jogo por uma faixa. Também quando um defensor passa pela linha de gol externa. É executado por um jogador da equipe oposta àquela que tocou a bola por último.

No primeiro caso, o saque é feito a partir do ponto de saída da bola. Na segunda, do final da banda mais próximo de onde ela saiu.

Os jogadores da equipe adversária devem ficar a pelo menos 3 metros de distância, a menos que sua área seja mais próxima. Neste caso, eles podem ficar ao lado dele.

Lançamento do Goleiro

Este tipo de saque é sempre executado pelo goleiro. Ocorre quando ele mesmo ou a equipe atacante passa a bola pela Linha Externa de Gol. Também se um atacante invadir a área de 6 metros ou se o goleiro pegar a bola após um chute. O goleiro pode executá-lo de qualquer lugar na área.

Lance Livre

É concedido após um jogo sujo. É realizada a partir do ponto onde ocorreu a sanção, desde que fora da área de 9 metros. Caso contrário, é lançado do ponto da Linha de Lance Livre mais próximo do local onde ocorreu a infração.

O arremessador pode tentar um gol, mas isso raramente ocorre. Por esse motivo, um chute direto à baliza é incomum, a menos que seja realizado com o tempo já esgotado e, portanto, sem a possibilidade de organizar uma jogada.

Se no momento da cobrança de falta a equipe tiver uma advertência de Jogo Passivo, esta advertência continua. Só é eliminado em caso de remate à baliza.

7 metros (arremesso de 7 metros)

Este tipo de remate é concedido quando uma oportunidade que poderia ter terminado em golo é interceptada ilegalmente. É o equivalente à penalidade em outros esportes. No Handebol não existe Lei da Vantagem. Portanto, se a bola entrar no gol após o apito do ataque, o gol não sobe no placar e o chute é executado.

Para realizá-la, o jogador fica atrás da linha que indica os 7 metros do gol. Depois de receber o sinal do árbitro, pode atirar. É permitido fintar com a intenção de enganar o goleiro. Este pode colocar-se à distância da baliza que quiser, mas sem ultrapassar a Linha de Limitação.

Considerações finais

Estas são, grosso modo, as principais regras do Handebol. O essencial para desfrutar de um bom jogo. Você pode se aprofundar em cada sanção, sinais do árbitro e muitas outras coisas, mas este é um bom ponto de partida.

Gostaríamos que você nos contasse o que achou do artigo, se ele esclareceu alguma dúvida que você tinha ou mesmo se você perguntar as que ainda tem. Você também pode sugerir temas para futuros artigos como este.

Veja mais sobre esportes, acompanhe o Tecno Blog!

RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments